Por que Filosofia, Ciência e Educação?

Grupo de Estudos e Pesquisa em Filosofia, Ciência e Educação

Um dos papéis atribuídos à filosofia ocidental é o de contribuir para o debate civilizatório. Nesse sentido, seu estudo deve ter um lugar de destaque em qualquer pesquisa que se proponha a investigar as várias dimensões do saber humano, como é o caso da ciência e da educação. No caso da história do pensamento ocidental, a linha de demarcação entre a ciência e a filosofia foi o resultado de um longo processo. Na antiguidade clássica, a investigação da natureza (physiología) consistia em um exercício que não raro, misturava elementos mitológicos, religiosos e pré-científicos.

Com a filosofia, as explicações míticas e religiosas acerca da realidade foram dando lugar a considerações mais gerais sobre a natureza do ser e de como o intelecto se apropria do real. Tais considerações, eram baseadas principalmente na observação e acumulação de fatos, proporcionando a formulação de hipóteses e teorias universais sobre o mundo.